terça-feira, 27 de dezembro de 2011

sábado, 24 de dezembro de 2011

Feliz Natal e um Bom Ano Novo



Votos de um Feliz Natal e que 2012 seja um ano muito bom, com muitas realizações
científicas.




video

Saudações científicas.
A Equipa da Ciência na Ferreira

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Astronauta europeu a caminho da Estação Espacial Internacional




O astronauta da ESA, André Kuipers, e os seus companheiros de tripulação, Oleg Kononenko e Don Pettit, dão uma volta à Terra a cada 90 minutos, a bordo da nave Soyuz TMA-3M. Depois de terem partido do cosmódromo de Baikonur no Cazaquistão, às 13:16 GMT (14:16 CET) de ontem, os astronautas dirigem-se à Estação Espacial Internacional.

Em dois dias a nave irá dar 35 voltas ao globo, acendendo o motor principal por três vezes, numa operação de ajuste da órbita para a acoplagem na Estação Espacial Internacional (ISS), na próxima Sexta-feira, 23 de Dezembro às 13:43 GMT (14:43 CET).
Com a chegada destes três astronautas, a Estação voltará a funcionar em pleno – a ocupação tem estado reduzida a três nos últimos três meses, devido à falha no lançamento da nave de carga Progress, em Agosto.

Durante a missão, André fará mais de 25 experiências europeias, num amplo leque de disciplinas: pesquisa humana, física de fluidos, ciência dos materiais, radiação, biologia e tecnologia.

Além disso, André também irá fazer 20 experiências para as agências espaciais americana e japonesa, NASA e JAXA, respectivamente.

Também irá convidar os jovens a participar num vasto leque de actividades educacionais acerca da vida, biodiversidade e sobre os efeitos das alterações climáticas na Terra.



A tripulação na Terça-feira, na conferência de imprensa
No espaço, André realizará experiências relacionadas com a convecção e a criação de espumas em microgravidade, com transmissão para salas de aula em toda a Europa.

André será ainda um porta-voz da saúde e do bem-estar, estimulando as crianças a manterem-se em forma, na segunda edição da iniciativa educativa internacional 'Mission-X: Treina Como um Astronauta'.

O astronauta da ESA irá permanecer no espaço durante cerca de cinco meses, como membro da tripulação permanente de seis pessoas. Estará de volta à Terra 148 dias depois da partida, em Maio do próximo ano.



Ler mais.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

NASA descobre os primeiros exoplanetas do tamanho da Terra



A missão Kepler da NASA acaba de descobrir os dois mais pequenos planetas fora do Sistema Solar (exoplanetas), com dimensões semelhantes à Terra e a orbitar uma estrela parecida com o Sol.

Pensa-se que os planetas descobertos sejam rochosos. Ambos encontram-se num sistema de cinco planetas baptizado de Kepler 20 a aproximadamente mil anos-luz da constelação Lira.Bem mais próximos da sua estrela do que o planeta Terra do Sol, os dois novos exoplanetas percorrem a sua órbita em menos de uma semana ou um mês.

O sistema extra-solar Kepler 20 tem mais três planetas, só que maiores, com tamanho similar ao de Neptuno. Como explica a NASA, apenas estes três exoplanetas se encontram em ‘zona habitável’, onde a água pode ser detectada em estado líquido.

A sonda Kepler, lançada em Março de 2009, tem por missão observar mais de cem mil estrelas semelhantes ao Sol, com o objectivo de detectar planetas-irmãos da Terra susceptíveis de acolher vida. O aparelho já descobriu 28 exoplanetas e recenseou 3.326 ‘planetas candidatos’, que continuam por confirmar por outros métodos.

Saber mais

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Investigadores do CERN dizem estar perto de localizar a "particula de Deus"



O Bosão de Higgs é ainda uma formulação teórica, postulada em 1964 pelo físico britânico Peter Higgs
Os cientistas dedicados à procura do misterioso Bosão de Higgs, também conhecido como a "partícula de Deus", anunciaram hoje terem dado passos importantes para localizar a que é considerada a mais elementar das partículas atómicas constitutivas do universo.
"É ainda demasiado cedo para tirar conclusões definitivas. Há ainda necessidade de acumular mais dados, mas estabelecemos fundações sólidas para a pesquisa apaixonante que se seguirá nos próximos meses", afirmou Fabiola Gianotti, responsável pela experiência ATLAS conduzida no acelerador de partículas do Centro Europeu de Investigação Nuclear (CERN, na sigla em francês).
O Bosão de Higgs é ainda uma formulação teórica, postulada em 1964 pelo físico britânico Peter Higgs, mas se as experiências realizadas no CERN – divulgadas hoje numa conferência transmitida via Internet – confirmarem a sua existência ficará aberto o caminho para a explicação da constituição de toda a matéria do universo.
As experiências ATLAS e CMS realizadas pelos cientistas que trabalham com o acelerador produziram colisões de protões, em cujas "explosões" de partículas os investigadores esperam conseguir encontrar a marca do "tijolo mais básico" da constituição de toda a matéria.
A nota informativa conclui que "não será certamente necessário esperar muito tempo para ser obtida a necessária quantidade de dados e é possível esperar que o 'enigma' seja resolvido em 2012".

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Teatro no CCVS - Encerramento do ano internacional da Química




O CCVS vai comemorar o encerramento do ano internacional da Química com a apresentação da peça “Marie Curie”, de Mira Michalowska, interpretado por Isabel Leitão, com encenação de Sylvio Zylber e produzida pela companhia de Teatro Extremo.
A peça retrata a vida e obra de Marie Curie, galardoada com o prémio Nobel da Química há cem anos e terá lugar dia 10 de Dezembro pelas 17h.

O bilhete tem um custo simbólico de 1,50€, com visita gratuita ao Centro Ciência Viva de Sintra a partir das 14h, sujeito a reserva.

Sinopse: Mary Mattinglej Melonej é uma jornalista americana fascinada pela personagem de Marie Curie que resolve entrevistá-la. Apesar de Marie Curie ter aversão aos jornalistas, aceitou ser entrevistada por ela várias vezes, revelando a sua vida e obra, tal como, as circunstâncias em que o elemento rádio foi transportado dos Estados Unidos da América para a França e mais tarde para a Polónia.

sábado, 3 de dezembro de 2011

Concurso sobre a importância e as implicações sociais da investigação na área da genética.

A Sociedade Europeia de Genética Humana promove anualmente um concurso dirigido às escolas do ensino secundário sobre as perspetivas abertas pela investigação científica nesta área. À semelhança de anos anteriores, a Ciência Viva apoia esta iniciativa divulgando-a junto das escolas.

Até dia 1 Março, os alunos do ensino secundário são convidados a submeter textos, demonstrando a sua capacidade de questionar e refletir sobre a importância e as implicações sociais da investigação na área da genética. Os textos deverão ser submetidos sempre que possível em inglês e não poderão exceder o limite das 750 palavras. O professor poderá submeter até 3 textos por turma, na plataforma online do concurso.

São atribuídos prémios monetários aos alunos autores dos 3 melhores textos e aos professores orientadores de cada aluno para organizar um projeto científico ou comprar equipamento para a sua sala de aula. Todos os participantes recebem um certificado de participação no concurso.

A seleção é feita a nível internacional, e os vencedores serão anunciados no dia 25 Abril, dia do ADN. Fique atento à programação de atividades para esse dia.

saber mais

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Observação noturna na Ferreira - 25 de novembro

Alunos do 10º ano, alunos dos EFA, professores, funcionários e representantes da Associação de Pais e Encarregados de Educação, apesar da noite fria de novembro, não deixaram de espreitar as estrelas...
Com uma noite um pouco nubelada foi mesmo assim possivel observar Jupiter e 4 dos seus satélites, Andrómeda, as Plêíadas, Albireo e ... muito mais.
Aqui vai uma foto de Jupiter tirada no dia 25 de novembro, pelo Professor Carlos Bernardino.
Em Março será a vez da Lua e do Senhor dos Anéis.

domingo, 13 de novembro de 2011

SEMANA DA CIÊNCIA & TECNOLOGIA 2011

A Semana na Ferreira

21 de novembro 10.00h


A importância das refeições na ação da insulina

A ingestão de uma refeição implica um aumento significativo da glicemia. Um mecanismo para repor a homeostase da glucose após uma refeição é a potenciação da acção da insulina
após a administração de uma refeição.
O estudo do mecanismo de potenciação da acção da insulina após uma refeição será abordado nesta palestra.


Professor Doutor Ricardo Afonso

Faculdade de Ciências Médicas – Universidade Nova de Lisboa
Ex – aluno da Ferreira

21 de novembro 11.45h


A Química Verde e o Ano Internacional da Química


O Ano de 2011 foi proclamado pelas Nações Unidas como o Ano Internacional da Química. Tendo como mote "Química – A Nossa vida, O Nosso futuro", o Ano Internacional da Química 2011 pretende celebrar as conquistas no mundo da Química e suas contribuições para o bem-estar da Humanidade.
Nesta palestra serão abordados, como temas principais, a QV e o Desenvolvimento Sustentável, o Historial e Evolução da QV e os 12 Princípios da QV.

Professora Doutora Cristina Galacho
Departamento de Química da Universidade de Évora e Centro de Química de Évora
Ex – aluna da Ferreira

21 de novembro 15.00h


Os Foraminíferos e a evolução do clima: a revelação!.. (- Os foramini-quê?... - deixa lá, depois
vais perceber)

Muitas das espécies são bastante sensíveis às variações do ambiente em que vivem, tanto as que resultam directamente de alterações do meio marinho, como as indirectas, que resultam de alterações do clima. Isto faz dos foraminíferos uma ferramenta crucial na recolha de informações sobre os ambientes antigos em que viveram, incluindo a evolução paleoclimática das últimas dezenas de milhares de anos, como vamos ver...

Professor Doutor Francisco Fatela
Departamento de Geologia – Faculdade de Ciências de Lisboa

22 de novembro 10.00h


A terra vista do espaço: do pomar à laranjeira


As imagens de satélite são hoje em dia uma das maiores fontes de informação da Terra de que a comunidade científica dispõe, utilizadas em áreas tão diversas como a avaliação meteorológica, a produção de cartografia, a monitorização de desastres naturais, a identificação do tipo de culturas para atribuição de subsídios agrícolas, a espionagem……

Professora Doutora Ana Paula Falcão
Instituto Superior Técnico


22 de novembro 15.15h


Membranas biológicas como alvos terapêuticos

As membranas biológicas são estruturas dinâmicas essenciais a vários fenómenos celulares. O âmbito do trabalho da Unidade de Biomembranas do Instituto de Medicina Molecular é o estudo de processos bioquímicos e biofísicos que ocorrem ao nível das membranas das células humanas e dos seus patogénios virais e bacterianos.


Professor Doutor Nuno Santos
Diretor da Unidade de Biomembranas do Instituto Medicina Molecular- Faculdade de Medicina
de Lisboa Ex – aluno da Ferreira

23 de novembro 10.00h


Raios Cósmicos: um olhar sobre o Universo...

A descoberta dos raios cósmicos há cerca de cem anos permitiu adicionar uma outra dimensão nas observações do Universo. Ao longo do século XX esta radiação proveniente do espaço permitiu a descoberta de um grande número de novas partículas e o desenvolvimento de nova instrumentação para a sua detecção. Esta radiação, que possui energias inatingíveis nos aceleradores terrestres, é objecto de estudo
quer em Terra quer no espaço. Qual a sua origem? Como ganham energia? De que é feito o Universo? São algumas questões que os cientistas procuram responder.
Nesta palestra faz-se uma introdução aos raios cósmicos e aos aspectos da sua detecção e
discute-se em particular a sua detecção na experiência AMS lançada para o
espaço em Maio de 2011.

Professor Doutor Fernando Barão
Instituto Superior Técnico – Laboratório Instrumentação e Física Experimental de Partículas
Ex-aluno da Ferreira


23 de novembro 15.15h - 17.00h


Energia Nuclear: presente e futuro


A fusão nuclear, a fonte de energia do universo que alimenta as estrelas, tem tido um progresso considerável nas últimas décadas e poderá em breve sair do laboratório tornado-se uma opção credível e benigna para produção de electricidade em larga-escala e de forma limpa. Atingir este objectivo requer uma intensa actividade de investigação e um esforço de longo-termo
requerendo um programa de investigação e desenvolvimento coordenado pela União Europeia.
O seminário irá introduzir a fusão nuclear, a justificação para o seu desenvolvimento e demonstrar as principais vantagens desta forma de energia. Irá também abordar o estado-da-arte nesta área de investigação na área da física e tecnologia, com ênfase no trabalho desenvolvido no tokamak JET (Reino Unido), o o esforço desenvolvido para o futuro reactor experimental ITER.

Doutor Bruno Gonçalves
Instituto Plasmas e Fusão Nuclear - Instituto Superior Técnico


25 de novembro - 9.00h - 12.30h
Dança Robótica - Biodiversidade em Perigo

A prova de dança é uma das que mais atraiu público no Festival Nacional de Robótica. A prova consiste na realização de uma coreografia em que um ou mais robôs dançam ao ritmo da
música. A associação do movimento dos robôs à música a par da imaginação que é colocada em algumas coreografias faz com que o resultado final atinja bons níveis de beleza artística.
Campeões Mundiais 2011 "Dance Challenge"
Ex- Agrupamento de Escolas Ribeiro de Carvalho
25 de novembro 15.15h


Será que o Caixeiro Viajante morreu?
O problema do Caixeiro Viajante é um dos problemas mais antigos de optimização e a sua formulação é bastante simples: Como percorrer um conjunto de pontos, passando uma e uma só vez por cada um e regressando ao início, da forma mais barata possível? Com a evolução dos meios tecnológicos tem sido possível resolver problemas com cada vez maior dimensão, o que leva a que se coloque a questão sobre uma morte anunciada do problema.
25 de novembro 19.00h
Observação noturna
Observação de Júpiter, seus padrões de nuvens e satélites Jovianos.
Exploração de constelações e orientação no céu noturno.
A cor das estrelas e observação da galáxia de Andrómeda.
Identificação de estrelas duplas
Doutor Carlos Bernardino
Colégio Manuel Bernardes
28 de novembro 10h

À volta da fogueira

A biomassa é utilizada como fonte de energia pelo Homem desde antes da Idade da Pedra até aos nossos dias. Foi apenas com a revolução industrial que os combustíveis fósseis se tornaram
os protagonistas. Apesar de no passado ter estado associada a sistemas de conversão simples e
pouco eficientes, a biomassa tem vindo a ganhar importância, sendo actualmente apontada como a energia renovável com maior potencial para substituir os combustíveis fósseis e travar o aumento da concentração de gases de efeito de estufa na atmosfera e consequentes alterações climáticas.
Mas será a bioenergia uma fonte de energia renovável e sustentável? Qual poderá ser o seu contributo na mitigação das alterações climáticas?
Doutora Ana Marta Paz
Doutorada em Engenharia Energética e do Ambiente pela Mälardalen University, Västerås,
Suécia – Ex – aluna da Ferreira
28 de novembro11.45
Porque Cooperamos? Dos Átomos Sociais à Física do Bem e do Mal
Recorrendo a Teoria de Jogos e a ferramentas da física de sistemas complexos, irão ser descritas algumas dinâmicas responsáveis pela evolução da cooperação, desde mecanismos baseados
em reciprocidade e reputações, à influência das redes sociais no comportamento cooperativo. Com este tema, procurarei ilustrar como a Física ultrapassa o estudo da matéria e das suas leis fundamentais, abarcando a análise de todo o tipo de organização de características globais a partir interacções elementares, tais como aquelas vulgarmente observadas nas Ciências Sociais.
Departamento de Informática da Universidade Nova de Lisboa e membro do grupo de Aplicações de Física Teórica, no Instituto para a Investigação Interdisciplinar da Universidade de Lisboa.
Ex – aluno da Ferreira
E ainda
Ao longo de toda a Semana...
EXPOSIÇÃO : A VIDA E OBRA DE RÓMULO DE CARVALHO / ANTÓNIO GEDEÃO
BIBLIOTECA DA ESCOLA SECUNDÁRIA FERREIRA DIAS

EXPOSIÇÃO ANO INTERNACIONAL DA QUÍMICA – OS 100 ÚLTIMOS ANOS DA QUÍMICA
PÁTIO DOS AMENDOINS

ENIGMAS E PUZLES – MATEMÁTICA
LABORATÓRIO DE MATEMÁTICA

MOSTRA DE ROBÓTICA
Por Equipas da Escola
PÁTIO DOS AMENDOINS

terça-feira, 8 de novembro de 2011

3 novos elementos na Tabela Periódica


A tabela periódica vai integrar três novas referências, aprovadas na passada sexta-feira, pela União Internacional de Física Pura e Aplicada.

Os novos elementos 110, 111 e 112, respectivamente, darmstádio (Ds), roentgénio (Rg) e copernício (Cn), considerados como metais super-pesados, são muito instáveis e só podem ser criados em laboratório acabando por, rapidamente, se repartir em outros elementos.

Leia mais

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Alunos portugueses vão construir mini-satélite para a ESA

Equipa dos Açores seleccionada para competição na Noruega

Mariana Moreira, Jerry Cunha, Mileida Costa, João Melo e Antero Moura compõem a equipa da Escola Básica e Secundária de Santa Maria, nos Açores, seleccionada pela Agência Espacial (ESA) para representar Portugal na final da competição CANSAT 2012, entre 22 e 26 de Abril 2012, em Andøya, Noruega.

A CANSAT é organizada pela ESA e destinada a estudantes do ensino secundário. O principal objectivo da competição é construir e configurar um satélite miniaturizado (CanSat), que após ser lançado dos 1000 metros de altitude por um foguete irá executar uma missão definida pelos alunos.

Ler mais

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

O que é a Taurina - Esclarecimento pedido por alguns alunos


O que é taurina?
É um aminoácido presente em alimentos de origem animal e é também produzida pelo homem.

Para que serve?
É usada nos energéticos pelo seu efeito desintoxicador, facilitando a excreção, pelo fígado, de substâncias que já não são importantes ao corpo. Outro atributo relacionado a este aminoácido é o de poder intensificar os efeitos da insulina, tendo sido responsável por um melhor funcionamento do metabolismo de glicose e aminoácidos, podendo auxiliar o anabolismo.

Contra-indicação
Indivíduos com problemas renais ou hepáticos devem consultar um médico.

Mais informação

15 Curiosidades super interessantes sobre o Universo

1.A Terra pesa 5 980 000 000 000 000 000 000 000 kg;
2.Um carro a 160km/h demoraria 221 000 milhões de anos a chegar ao centro da Via Láctea;
3.O Universo expande-se cerca de 1,6 biliões de km por hora;
4.Os astronautas não podem chorar. Não que seja lei, mas porque não existe gravidade para que as lágrimas possam escorrer;
5.As interferências nas televisões são provocadas pelas ondas do Big Bang no início do Universo;
6.A constelação do Cruzeiro do Sul tem 54 estrelas, das quais só consegues ver 5 à vista desarmada;
7.O maior vulcão conhecido situa-se em Marte, o Monte Olimpo, 3 vezes mais alto que o nosso Monte Evereste;
8.A Lua afasta-se da Terra cerca de 3cm por ano;
9.As estrelas anãs são tão densas, que um dado feito desse material pesaria tanto como um carro;
10. Todos os anos caem cerca de 150 toneladas de meteoritos e fragmentos na Terra. Trata-se de uma média de 410kg por dia;
11.As estrelas não cintilam. O que vemos, é a interferência da atmosfera terrestre na luz que chega até nós;
12.A ventania em Neptuno chega a atingir os 2 100km/h;
13.Não conseguimos ver uma única estrela em tempo real, e a maioria vemos mesmo com milhares de anos de atraso. Até o nosso Sol demora 8 minutos e 20 segundos a chegar a nós, pelo que se explodisse, demoraríamos esses 8 minutos para nos apercebermos. E algumas estrelas que observamos no céu podem já não existir…
14.O primeiro pé a pousar na Lua (de Neil Armstrong);
15.O buraco negro mais pequeno já descoberto, tem apenas 24km de diâmetro. Não te iludas: na verdade estes micro buracos negros exercem uma força de atracção muito mais forte que os grandes, ou seja, quanto mais pequenos, mais devastadores;

Saber mais

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Mudanças climáticas reflectem-se no tamanho de animais e plantas


Estudo de investigadores da Universidade de Singapura publicada na «Nature Climate Change»

Devido ao aumento das temperaturas e à falta de água o tamanho dos animais e das plantas está a diminuir. É o que defende um grupo de investigadores da Universidade de Singapura que publicou agora um estudo na «Nature Climate Change». As mudanças, advertem, podem ter profundas implicações na produção de alimentos nos próximos anos.

David Bickford e Jennifer Sheridan analisaram registos fósseis e dezenas de estudos que mostram que muitas espécies de plantas e animais como aranhas, escaravelhos, abelhas, cigarras e formigas foram ficando mais pequenas com o passar do tempo devido às mudanças climáticas.

Ler mais

segunda-feira, 17 de outubro de 2011


Pela primeira vez, observações coordenadas pela equipa de risco espacial da ESA encontraram um asteróide que se aproxima da Terra o suficiente para representar risco de impacto, o que reforça a importância que têm os astrónomos amadores na observação do céu.

Saber mais:

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Concurso Jovens Jornalistas de Ciência 2011/2012

O Concurso Jovens Jornalistas de Ciência 2011/2012 é uma iniciativa do jornal Ciência Hoje com o apoio da Ciência Viva. Dirigido às escolas do ensino secundário, este concurso visa estimular nos jovens o interesse pela comunicação de Ciência nos media.

O regulamento está disponível na página do concurso, onde podem ser feitas as inscrições até ao dia 15 de Outubro.

O prémio para a equipa vencedora é uma viagem a Nova Iorque. Participe neste desafio.
Saber mais

Prémio Nobel da Química 2011




O prémio Nobel da Química de 2011 foi atribuído a Daniel Shechtman pela descoberta dos quase-cristais.
Saber mais

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Prémio Nobel da Física 2011


O prémio Nobel da Física de 2011 foi atribuído a Saul Perlmutter, Brian P. Schmidt, e Adam G. Riess, pelo seu trabalho sobre a aceleração da expansão do Universo, através da observação de supernovas.


Ler mais

Física: Melhor classificação portuguesa de sempre nas Olimpíadas Ibero-americanas


A equipa portuguesa que participou nas Olimpíadas Ibero-americanas de Física obteve a melhor classificação de sempre: uma medalha de ouro, duas medalhas de prata e uma medalha de bronze.

A lista dos estudantes portugueses é a seguinte:

André Calado Coroado (E.S. c/ 3º ciclo do Restelo, Lisboa) – medalha de ouro
Rui Miguel de Oliveira Cordeiro (E.S. Dr. Joaquim de Carvalho, Figueira da Foz) – medalha de prata
Shane Miguel Lennon Beato (E.T.L. Salesiana de Stº António, Estoril) – medalha de prata
Emanuel Ângelo Lopes de Carvalho (E.S. Carlos Amarante, Braga) – medalha de bronze

As XVI Olimpíadas Ibero-americanas de Física decorreram em Guayaquil, Equador, de 26 de setembro a 2 de outubro, tendo participado na competição 64 estudantes finalistas do ensino secundário, de 17 países, para realizar duas longas e difíceis provas de Física (uma prova teórica e uma prova experimental). O vencedor absoluto desta olimpíada, que obteve também a melhor classificação na prova teórica, foi um estudante de Espanha. Saliente-se ainda que, pela primeira vez na história da competição, dois dos cinco melhores classificados foram do sexo feminino.

Parabéns à Equipa Portuguesa

Ler mais

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

1º Prémio para a Ferreira Dias - Concurso Jovens Reporteres do Ambiente


Premiados JRA 2011. Concurso Nacional

Parabéns a todos os alunos e professores da Ferreira, pelo 1º Lugar obtido com o vídeo - Hortas Urbanas - o Campo na Cidade.


domingo, 25 de setembro de 2011

Abertas as portas para viajar no tempo?



Abertas as portas para viajar no tempo?

A confirmação da existência de uma partícula mais rápida que a luz vai abrir portas à hipótese de se poder "viajar no tempo", defendeu Gaspar Barreira, o investigador português do Conselho da Organização Europeia para a Investigação Nuclear (CERN).
A existência de algo mais rápido que a luz não deveria acontecer de acordo com a teoria de Einstein que tornou famosa a equação “E=mc2”. No entanto, o CERN anunciou na quinta-feira uma experiência que defende que os neutrinos são 60 nanossegundos mais rápidos do que a luz.

“Se esta experiência se confirmar haverá uma enorme revolução na física, que trará graves consequências, porque há uma quantidade de coisas que achávamos que estavam descobertas e afinal não estão”.

Gaspar Barreira lembra que caso haja a confirmação da descoberta, esta vai “mexer com o princípio da causalidade” e até permitir a hipótese de se poder “andar para trás no tempo e condicionar no futuro uma acção do passado”.

"O mundo é muito mais complexo do que as nossas teorias científicas. Não fazemos a mais pequena ideia do que se passa com 95 por cento do universo", lembrou o também presidente do Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas (LIP).

Gaspar Barreira estava na reunião mensal do CERN, em Genebra, quando soube os resultados da investigação, que só viriam a ser publicamente divulgados horas mais tarde. “Há resultados que eu esperava, mas nunca este. Há poucas gerações que podem viver estas experiências”, disse, emocionado, o cientista, que acredita que os próximos anos sejam de grandes descobertas, "tal como aconteceu na viragem do século passado".

O físico explicou a experiência agora revelada: "Foi disparado um feixe de neutrinos do acelerador de partículas situado perto de Genebra para um laboratório subterrâneo em Itália, a 730 quilómetros de distância". Resultado: o neutrino viajou 60 nanossegundos mais rápido que a velocidade da luz.

Para já apenas um resultado experimental

Os investigadores envolvidos neste projeto já pediram à comunidade científica internacional que confirmem ou excluam esta a experiência. “Isto não é uma descoberta, é um resultado experimental que é preciso confirmar”, sublinhou Gaspar Barreira.

Retirado de CiênciaHoje

Ler mais

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Professores visitam o maior reactor de Fusão Nuclear



Experiência aproxima investigação das futuras gerações

Doze professores do ensino secundário visitaram o maior reactor de fusão nuclear da Terra (JET), no Reino Unido, na semana passada.

A oportunidade surgiu do 1º Workshop sobre Fusão Nuclear, organizado pelo Instituto de Plasmas e Fusão Nuclear (IPFN), unidade de investigação do Instituto Superior Técnico, ao qual concorreram 75 docentes de vários pontos do País.

O workshop também incluiu uma introdução à física, tecnologia e engenharia da fusão nuclear, através de várias aulas proferidas por investigadores do IPFN e do JET, e de visitas aos laboratórios do IPFN.

A visita ao JET “foi muito importante, pois apesar de ser professora do ensino secundário sabia muito pouco sobre a tecnologia associada à formação de plasmas e à própria Fusão Nuclear”, revela Marília Peres ao Ciência Hoje.

Para a docente de Física e Química da Escola Secundária José Saramago, em Mafra, a formação que decorreu no IST também “proporcionou conhecimentos relevantes”.

O que mais a surpreendeu no JET foi observar a tecnologia associada à formação dos plasmas e à fusão nuclear e os avanços e melhorias que se tem obtido nesta área. “Se os meus conhecimentos numa área da Física melhoraram, de certeza que se irá reflectir nos conhecimentos dos meus alunos”, constata.

Teresa Duarte, outra das professoras seleccionadas, conta que concorreu ao 1º Workshop sobre Fusão Nuclear do IPFN para aprender um pouco mais sobre o tema. A docente de Física e Química do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha quer “ensinar e motivar melhor os alunos num campo do conhecimento que, para além de muito interessante, tem tanto para dar à humanidade”.



A visita ao JET durou dois dias
Nos dois dias de visita ao JET, Teresa Duarte ficou surpreendida com o reactor tokamak e com a sala de controlo onde decorriam as experiências. “Foi uma oportunidade única", afirma.

Cientistas educam-se hoje

A fusão nuclear faz parte do currículo do secundário e a aproximação entre a universidade e os professores responsáveis por leccionar este tema aproxima a actividade de investigação das futuras gerações. “Ao trabalharmos com os professores estamos a ajudá-los a enquadrar a matéria que irão leccionar”, explica Bruno Gonçalves, cientista do IPFN.

Na visita ao JET, os professores puderam testemunhar em primeira mão o entusiasmo dos investigadores, os desafios que enfrentam e o produto de muitos anos de investigação. Quando “transmitirem este entusiasmo aos alunos estarão a contribuir para a formação de futuros engenheiros e investigadores”, afirma.

Para Bruno Gonçalves a educação científica cultiva-se desde muito cedo e são os professores do secundário que têm um papel essencial em estimular a sede de conhecimento nos alunos. “As futuras gerações de investigadores e cientistas educam-se hoje”, sublinha.

O que é o JET?
O JET (Joint European Torus) é o único dispositivo de fusão nuclear por confinamento magnético capaz de operar com misturas de deutério e tritio. É colectivamente utilizado por mais de 40 laboratórios membros da EFDA (European Fusion Development Agreement), um acordo em que Portugal é representado pelo IST, contribuindo para o programa mais de 350 investigadores e engenheiros de toda a União Europeia e da Suíça.


2011-09-15

Por Susana Lage

sábado, 10 de setembro de 2011

Portugal participa na maior experiência de fusão nuclear


IPFN contribui com dezoito investigadores
Bruno Soares é responsável pela participação portuguesa no JET

Portugal tem a quarta participação mais importante nas campanhas experimentais do maior reactor experimental de fusão nuclear actualmente em operação na Terra, o tokamak JET.

A seguir à Alemanha (21 por cento), Reino Unido (16.9 por cento) e França (12 por cento), a participação lusa é de 7.5 por cento do total de investigadores e é assegurada pelo Instituto de Plasmas e Fusão Nuclear (IPFN), unidade do Instituto Superior Técnico (IST), Lisboa.

São dezoito os investigadores do IPFN seleccionados a nível europeu para tomarem parte nesta experiência, no período entre Junho de 2011 e Março de 2012.

Em entrevista ao Ciência Hoje, Bruno Soares Gonçalves,responsável pela participação portuguesa no JET, explica que “na equipa existem vários especialistas em diagnósticos (espectroscopia, feixes de iões pesados, raios-X, reflectometria de microondas), análise de dados e interpretação dos resultados experimentais, teoria e modelização e controlo e aquisição de dados”. Existem ainda “dois operadores qualificados (Session Leaders) que se encontram entre o número limitado de investigadores que podem operar o dispositivo experimental (menos de 20) e durante este período mais três investigadores irão ser treinados para se tornarem Session Leaders”.

De acordo com o cientista do IPFN, esta participação “representa o reconhecimento do trabalho desenvolvido e qualidade dos investigadores que participam no programa Europeu de Fusão. É uma importante demonstração do sucesso da Associação EURATOM-IST, liderada pelo IPFN, um projecto que completou o ano passado 20 anos de actividade que contribuiu para uma participação activa de Portugal no desenvolvimento de ciências e tecnologias de ponta com aplicação à fusão nuclear”.

André Neto, Ivo Carvalho e Diogo Alves foram os três investigadores do IPFN seleccionados para serem operadores qualificados deste grande dispositivo experimental. Tratam-se de investigadores “formados em Engenharia Física Tecnológica no IST, que desenvolvem trabalho na área de controlo e aquisição de dados e física experimental”, refere Bruno Soares Gonçalves. E “foram seleccionados após participarem num curso de formação para Session Leaders organizado no JET, no qual se destacaram com uma nota bastante elevada na avaliação do fim do curso”, acrescenta.
Solução energética

Interior do tokamak JET com sobreposição de uma fotografia do plasma (à direita)

O reactor tokamak JET localiza-se em Culham, Oxford, no Reino Unido e é o “único dispositivo de fusão nuclear por confinamento magnético capaz de operar com misturas de deutério e tritio. É colectivamente utilizado por mais de 40 laboratórios membros da EFDA (European Fusion Development Agreement), um acordo em que Portugal é representado pelo IST, contribuindo para o programa mais de 350 investigadores e engenheiros de toda a União Europeia e da Suíça”, refere Bruno Soares Gonçalves.

“Desde 2000 que a participação portuguesa no JET tem vindo a aumentar, reflectindo a elevada qualidade e o reconhecimento internacional dos investigadores do IPFN. Actualmente encontra-se em construção um reactor de maiores dimensões (ITER) que visa a demonstração da viabilidade científica e tecnológica da energia de fusão. O JET foi um passo necessário para testar muitas das tecnologias que irão ser usadas no ITER, sendo também crucial para a formação da futura geração de investigadores que irão trabalhar na construção e operação do ITER”, continua.

As reacções de fusão nuclear são semelhantes ao processo que fornece a energia ao sol e às outras estrelas. Como explica Bruno Soares Gonçalves, “a investigação em fusão nuclear visa a produção de energia eléctrica com base no aproveitamento energético da energia libertada nestas reacções. A fusão nuclear é potencialmente uma fonte de energia capaz de fornecer electricidade de base sem emissão de gases causadores do efeito de estufa, com combustível abundante (o deutério extrai-se da água do mar, assim como o lítio, do qual se produz o trítio necessário) e incomparavelmente mais segura e limpa que os reactores actuais, baseados em fissão nuclear”.

Segundo o investigador do IPFN, “o JET foi o primeiro dispositivo de fusão a produzir uma quantidade significativa de energia de fusão, demonstrando que a investigação nesta área poderá fornecer uma solução energética para o futuro”.

Reirado de Ciência Hoje

sábado, 3 de setembro de 2011

terça-feira, 23 de agosto de 2011

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Portugueses destacam-se nas Olimpíadas Internacionais de Física


Pela primeira vez na história das Olimpíadas Internacionais de Física, todos os estudantes da equipa portuguesa que participaram nesta competição mundial para alunos do ensino secundário regressaram a casa com um prémio: uma menção honrosa.

As olimpíadas decorreram em Banguecoque, na Tailândia, de 10 a 17 de Julho. Foram 393 os estudantes finalistas do ensino secundário, vindos de 84 países, que realizaram “duas longas e difíceis provas de Física”, - uma teórica e outra experimental. O vencedor absoluto desta olimpíada, que obteve a melhor classificação nas duas provas, foi um estudante da Formosa (Taiwan), Hsu Tzu-min.

Vários pontos do país estavam representados na equipa portuguesa. José Pedro Castro Fonseca é aluno da Escola Secundária Afonso Sanches, em Vila do Conde; Rafael Eduardo da Silva Teixeira, da Escola Secundária de Mirandela; Gonçalo Nuno Marques Andrade, da Escola Básica 2,3+S de Salvaterra de Magos; Rodrigo Toste Gomes e João Paulo Pires Dinis, da Escola Secundária Vitorino Nemésio, na Praia da Vitória (ilha Terceira).

Ler mais.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

A química e a vida

Quando acordamos
Com a luz do sol, pela janela a espreitar
Nem nós imaginamos
Que ela existe graças a uma reacção nuclear.

Protões, neutrões e electrões
Compõem as unidades do nosso planeta,
O que faz bater os nossos corações
O que dá vida a uma reacção numa proveta.

No carro que nos faz mover,
Ou no lume a arder,
Sentimos o ar a aquecer,
Sabemos que algo está a desaparecer.

A química não é só no laboratório
Ou numa farmácia qualquer,
Não precisam só dela no consultório
Precisamos todos dela, para o que der e vier.

Na água essencial
Ou na atmosfera que nos protege,
Devemos a vida à química, do mais banal,
à grande lei que nos rege.

À lei da química, à lei da vida,
À química que tudo envolve,
À química que torna a vida colorida,
À química que diz, que a água o açúcar dissolve.

A química dá-nos energia,
A química é homogénea e heterogénea,
A química é magia,
A química é dos cientistas a alma gémea.

A química é arte
É a tinta que pinta a tela,
A química faz parte
Da reacção que faz derreter a vela.

A química explica o ar,
Faz dele uma mistura gasosa.
A química faz rebentar,
Um vulcão de lava viscosa.

A química está numa simples cozinha,
Ou na bateria de um computador,
Seja na chuva mais miudinha
Ou nas hormonas do belo amor.

Até a terra prometida
Tudo, mesmo tudo, é química…
A química está para a vida,
Como os gestos estão para a mímica.



João Miguel Vasco
11ºC1
Nº14
(Poema candidato ao concurso CSI: Compreender, Saber, Investigar a Química, promovido pelo Centro de Química de Évora e Departamento de Química da Escola de Ciências e Tecnologia da Universidade de Évora, no âmbito do Ano Internacional da Química 2011.)

Professora Palmira Oliveira

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Eclipse total da Lua


Hoje é dia de Lua Cheia. No entanto, quando o nosso satélite subir acima do horizonte, parte do disco lunar já estará a ser ocultado pela sombra da Terra. Será um dos cinco eclipses mais longos deste século. Em Portugal Continental o fenómeno será visível entre as 21h00 e as 23h00.

Telescópios e outros meios de observação serão colocados à disposição do público para observação do eclipse total da Lua em diversos pontos do País.

No Centro Ciência Viva de Constância, às 20h00, Máximo Ferreira explica porque ocorrem os eclipses numa palestra aberta ao público.

O Observatório Astronómico de Lisboa convida o público a trazer os seus binóculos ou mesmo pequenos telescópios para acompanhar este fenómeno com o investigador Rui Agostinho. Consulte a página desta instituição para saber o horário do eclipse em diversos pontos do território nacional e obter mais informação.

Se não puder deslocar-se a algum destes locais, não deixe de acompanhar o eclipse. Basta olhar para o céu entre as 21h00 e as 23h00.

sábado, 28 de maio de 2011

O Início de uma Nova Era - Área de Projecto 12º C3

Documentário “O cogumelo atómico” , realizado por Rafael Pinto

Área de Projecto de André Cunha – Fábio Moreira – João Paulino – Rafael Pinto – 12 º C3



O Início de Uma Nova Era from Rafael ''Shaw'' Pinto on Vimeo.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Ano Internacional da Química - Chemistry: It’s All About You

No âmbito do Ano internacional da Química, a EPCA juntamente com a UNESCO e a IUPAC

produziram o filme Chemistry: It’s All About You.

Este tem o intuito de informar o público em geral que a química:

- responde às necessidades do mundo;

- é criativa e constrói o nosso futuro;

- inspira os jovens;

- enaltece a contribuição constante das mulheres para a ciência.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Assista ao lançamento do Endeavour





Assista hoje ao lançamento do vaivém Endeavour, na sua missão STS-134, com uma tripulação de seis, incluindo o astronauta da ESA Roberto Vittori, rumo à Estação Espacial Internacional. A transmissão do evento, nas instalações da ESA em Frascati, ESRIN, começa às 13:00 CEST. A descolagem está prevista para as 14:56 CEST.


Clique Aqui

quinta-feira, 28 de abril de 2011

IV - Encontro Nacional do Projecto de Radiação Ambiente - Penacova

Ao longo deste ano lectivo, alunos do 10º e 12º anos participaram no Projecto Radiação Ambiente, tendo realizado actividades experimentais e desafios sobre Física de Partículas.






Os resultados obtidos encontram-se divulgados no moodle do Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas- LIP.




Estes alunos terão oportunidade de apresentar um poster científico, com base nos conhecimentos adquiridos, perante os elementos das outras escolas participantes no IV Encontro Nacional do Projecto Radiação Ambiente, no Agrupamento de Escolas de Penacova que decorrerá no próximo sábado dia 30 de Abril e estarão presentes escolas de todo o país.



No IV Encontro Nacional do Projecto Radiação e Ambiente haverá uma Exposição Permanente dos Produtos Regionais de Penacova, dinamizado por produtores e artesãos locais, assim como, atuações musicais. Também incluído no Programa está uma visita guiada pelo concelho de Penacova.


Programa do Encontro.
Dos 17 alunos participantes no projecto, os alunos que irão representar a Ferreira Dias são a Ana Candeias, Ana Domingas, Ana Jarmela, Catarina Elias, Jessica Ribeiro e Susana Vieira.

As alunas serão acompanhadas pelas Coordenadoras do Projecto Radiação Ambiente



Cristina Pinho, Laura Jardim e Teresa Lavado

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Postal de Amsterdão... Páscoa Feliz





Aqui fica um postal de Amsterdão, uma gentileza da Professora Rosa Pais - Escola Secundária José Saramago.






Páscoa Feliz.





sexta-feira, 15 de abril de 2011

Amesterdão IV-Oh ik ga je missen Paradise City!





Bem, último dia em Amesterdão... É verdade, o tempo passou tão rápido que 4 dias pareceram 4 horas (como é óbvio, essa passagem de tempo rápida foi mais sentida no RLD). Este último dia começou com uma visita ao mercado de Amesterdão, para umas comprinhas de última hora, como de resto estava previsto para este dia. Seguiu-se depois uma visita ao museu Van Gogh, o ponto alto de Amesterdão. O museu mostrou-se um antro de cultura artística, com muitos quadros do pintor, incluindo os famosos, ''Vaso com quinze girassóis'' e ''Auto-Retrato''. Foi também no museu que muitos compraram prendas para as suas famílias, não escapando nem as professoras ao espantoso poder de marketing dos holandeses! Depois seguimos para o Vondelpark, para almoçar. Uns comeram fast food, outros brioches com 3 dias, e outros atum com bolacha de água e sal... Ninguém passou fome!






Posteriormente fomos até à zona mais comercial de Amesterdão. Enquanto alguns seguiram para o mercado de flores, outros foram a lojas de música, de roupa, entre outro tipo de lojas. No fim de todas as compras, fomos visitar o Rijksmuseum, mas não todos. Alguns, já muito cansados, ficaram à porta, a tirar uma bela soneca ao relento. Voltámos depois para o hotel, para reavermos os nossos bens, e fomos para o aeroporto apanhar o avião, apenas com uma coisa na nossa mente... Não é ''Ainda bem que hoje não há panados para o jantar!''... Não é ''Que saudades que eu tenho de casa!''... Mas sim ''Como é que está o Benfica?''! Viemos a saber que tinha passado a eliminatória, e então o nosso pensamento mudou: ''Que saudades que tenho de casa... e de uma boa feijoada!''! Podemos dizer que, sem qualquer dúvida, foi a melhor viagem de finalistas que podíamos ter tido! Veio ao de cima toda a amizade que temos uns pelos outros, não só entre os alunos, mas também com os professores, o companheirismo e o espírito de aventura que todos nós possuímos!








Para acabar em beleza, penso que os Guns'n'Roses expressam melhor o que qualquer um de nós sente: Get me back ''to the Paradise City where the grass is green and the girls are pretty''!




Texto: Rafael Pinto




Fotografia:Pedro Mateus

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Amesterdão III-Op zoek naar Nemo!


Vivemos mais um dia em Amesterdão, muitas coisas aconteceram... e muitas coisas se viram. Foi um dia cultural em grande!
O dia começou com uma longa caminhada... Uma caminhada longa, tendo sempre um olho, num já mórbido e apagado RLD, quando a esperança de encontrar algum ''produto'' a tomar pequeno-almoço, era ainda elevada! Prosseguimos então, mais desanimados, de corações despedaçados por uma esperança boba e infundada, à procura do Nemo. Mas não o Nemo peixe ''barbataneta''... Nemo o museu da ciência das redondezas (e também não à procura de nenhuma menina Dóris)! Devo dizer que o que mais atraiu o nosso grupo foi uma simples ''bomba de ar'' com uma bola de praia, que a equilibrava como se de uma foca circense se tratasse. Posso dizer que o museu deixa um pouco a desejar, não sendo tão espectacular como a sua arquitectura exterior, uma vez que muitas das ''engenhocas'' apresentadas eram demasiado complexas, bem como as suas instruções.



Depois de um ''show'' francamente ''des-espectacular'' sobre reacções em cadeia a.k.a. dominós, no qual o número de falhanços são comparáveis aos frangos de Roberto... aconteceu o inesperado... Houve alguns problemas relativamente ao almoço no espaço do museu, mas o importante é que três dos elementos mais astutos, cultivaram a sua recreação com duas moças do mais fino que se pode encontrar em solo holandês.



Seguiu-se uma visita a um cantinho português (curiosamente não se tratava de uma tasquinha), o grupo entrou surpreendido numa sinagoga portuguesa. De importante referir que todos os machos alfa, e os pretendentes, da matilha foram obrigados a cobrirem os seus grandiosos
cucurutos com kippas, chapelitos que protegem de agressões aviárias, uma coisa, que pessoalmente, não acredito que seja correcto.
Por esta altura o grupo dividiu-se: uns seguiram para o Museu de História Judaica, enquanto outros cultivavam o seu gosto musical e gastavam mais dos vossos preciosos €.
Acabadas as judiarias, seguimos para a Casa-Museu de Rembrandt, que se mostrou muito interessante pecando talvez por não exibir quaisquer quadros característicos do pintor (exibia apenas impressões).



A casa mostrava-se enorme e bastante engraçada, com um estilo arquitectónico muito holandês possuindo muitas (e muitas...) escadas em caracol "piquenas", escadas essas que desde dia 11 de Abril muito nos importunam e só com muita sorte não chegaremos a solo luso sem membros quebrados.
Finalmente ingerimos o quê?? EXACTAMENTE! Panados pela primeira vez... HOJE!!! É óbvio que não há prémio para quem acertou, uma vez que desde dia 11 que os ingerimos, variando apenas em nome.
Espero que continuem a seguir este conto do vigário, a roerem-se de inveja e a ler este tão querido blogue!

Texto: Rafael Pinto e João Cunha.



Imagem: Pedro Mateus e Rosana Silva

terça-feira, 12 de abril de 2011

Amesterdão II-Vijftig jaar Gagarin



Neste dia tão especial e espacial (faz hoje 50 anos que Yuri Gagarin orbitou em torno do planeta azul), nada melhor que começá-lo visitando a Space-Expo, pertencente à ESA, para os menos entendidos, nada mais nada menos, que a Agência Espacial Europeia!










Lá fomos recebidos por um director de comunicação, aparentemente íman de professoras, sósia de JFK, da ESA, Robert Willemsen… DIRECTOR!!! Ah poisé! Fomos considerados importantes lá!







É de valor ainda referir, uma palestra que nos foi dada por uma investigadora portuguesa, uma tripeira à moda antiga, que dá pelo nome de Ana Keating. Fomos depois brindados com umas sandes pomposas, deliciosas à vista, mas que as nossas papilas gustativas não aprovaram.





De regresso ao quartel general, foi tempo de estoirar o vosso dinheiro, PAIS, em prendas fúteis e inúteis fazendo alusões a símbolos típicos da cidade, desde Van Gogh a drogas ''leves'' e COMPLETAMENTE legais.




Para recarregarmos baterias, já os estômagos roncavam à muito, retornámos ao restaurante da noite anterior, cuja ementa apresentada foi bacalhau, e fomos presenteados com bacalhau… DE ÁGUA DOCE! Aquilo estava para bacalhau, como o Carlos Queirós está para bom treinador de futebol!




Para terminar a noite em beleza, dirigimo-nos ao mercado típico local, de nome que nos foi proibido aqui de referir (para os curiosos, fica aqui a sigla: RLD! ; D). Pudemos observar ''produtos'' típicos de diversos países: Roménia, Brasil, Holanda, Ucrânia, Singapura e… o país, ou até planeta, dos chamados She-Males, donde quer que eles venham!




Caros seguidores, fiquem connosco, roam-se de inveja, e esperem por novas notícias, aqui, neste grande blog!



Texto:Rafael Pinto




Imagem:Pedro Mateus